quarta-feira , 28 junho 2017


PLU Top 100 Gay Blogs

Entrevista – Adam Champ

2

Hoje tive o prazer de entrevistar um dos machos peludos mais gostoso do mundo porno, ele que nasceu em Buenos Aires na Argentina, mas hoje mora em Roma. Casado há 10 anos com outro grande ator porno (Carlo Masi), e no auge dos seus 40 anos, Adam Champ já fez e faz parte da imaginação de muitos caras que adora um cara grande e peludo. Espero que curtam essa entrevista com Adam Champ.

Então Adam, há quanto tempo você está no pornô e como surgiu o convite para você ser ator pornô?
Tudo começou quando me mudei de Buenos Aires para Nova York onde eu trabalhei como personal trainer e lá muitos me disseram que eu poderia trabalhar no famoso Gaity Theater como performer fixo, assim depois de um casting o teatro me contratou. Nesse tempo existia dentro das companhias pornô uma pessoa que fazia o recrutamento dos modelos, o recrutador me viu e me convidou para fazer parte do famoso Colt Studio. Primeiramente eu neguei mas depois de dois anos eu aceitei. Eu estive 10 anos dentro a industria do porno. Ultimo filme foi passado ano.Mas eu acredito que vou fazer uns outros ao final deste ano.

E como foi para você gravar sua primeira cena?
Na verdade foi tudo muito natural. Mais eu pensei que ia ser somente eu, o diretor e o outro modelo, mas quando eu cheguei no set eram quase umas vinte pessoas pessoas a redor. Uma loucura! Fotógrafos, iluminadores, maquiadores, assistentes. Devo ser honesto, fazer porno não tinha sido uma experiencia divertida para mim, era só um trabalho.

Faz algum tempo que não vemos uma cena sua, o que tem feito? Vamos ter ver em alguma cena em breve?
O principal motivo é que as grandes produtoras tinham desaparecido, ou melhor dizendo, as produtoras que podiam dar verdadeiros contratos com exclusividade não existem mais. Eu pertenço a uma era do pornô que já acabou, uma era onde os modelos eram verdadeiras estrelas em todo sentido. Mas eu prefiro não falar sobre isso porque sei que vai incomodar muitas pessoas. Eu acho que vou fazer alguns filmes na USA neste final de ano mais ainda e uma surpresa. Fiquem atentos…

Sabemos que você é casado com Carlo Masi, outro ator pornô muito querido pelo publico, conte um pouco pra gente como você o conheceu e como vocês encaram o ciume na hora de contracenar com outro modelo?
Nos conhecemos gravando o meu primeiro filme. Na primeira vez que eu o vi eu fiquei encantado com seus olhos verdes e profundos. A conexão foi imediata desde então estamos há 10 anos juntos. Em relação ao ciumes, como eu já tinha dito, fazer pornô é um trabalho e não uma diversão para nós. Todo foi muito profissional, coisas que as vezes muitas pessoas não gostam. Eu sempre disse que se eu quisesse me divertir, não vai ter uma câmera gravando.

Você já contracenou com algum brasileiro? Se sim, o que achou?
Sim . Eu fiz uma cena com o fantástico Bruno Bernal. Ele é um menino muito, muito bonito e cada dia ele fica mais bonito. Uma pessoa muito inteligente e divertida e não não vou negar que tem uma bunda deliciosa.

Tem algum ator com que mais gostou de gravar?
Huuuum… Eu acho que comigo mesmo… brincadeira. (rs) Sem duvidas Carlo Masi.

E tem algum com quem ainda não gravou mas tem muita vontade de contracenar?
Todos os atores com quem eu gostaria fazer um filme já se retiraram do mundo pornô. Os novos modelos (sem ofender) não acho que eles tenham o determinado nível para ser emparelhado comigo.

Você já enfrentou um grande desafio na hora de gravar uma cena?
Talvez ter uma ereção por mais de 10 horas. Inacreditável!

O que você não faria de jeito nenhum em frente as câmeras?
Eu nunca fiz cenas como passivo e nem tenho interesse. Eu não gosto do filme com fetiches, como por exemplo: pissing ou fisting. Sempre recusei. Não gosto de cenas em grupo tipo gang bang. Eu não faria jamais cenas bareback. Eu acredito na intenção educativa do pornô gay.

Como é a reação dos seus fans quando te encontram na rua?
No incio era muito complicado porque eu não queria ser reconhecido, porque eu não acreditava que as pessoas podiam me reconhecer pela rua. Depois eu acostumei. As vezes ser reconhecido não e tão emocionante como parece, ainda mais se você está com pressa ou se você está com pessoas que não compreendem as coisas estão acontecendo, o porque pedem autógrafos e fotos. Mas te digo, é uma coisa muito emocionante saber que pessoas te querem e admiram.

Sabemos que os atores pornô são gente como a gente e gostam de se masturbar. Quando você sente esse desejo, o que gosta de fazer , ver um vídeo ou usar a imaginação?
Pergunta complicada, eu bato punheta de vez em quando, mas eu não vejo pornô gay, porque eu sei como eles são feitos, ou seja, a fantasia se perdeu. Eu prefiro lembrar de situações eróticas da academia de ginastica.

Você tem algum fetiche?
Eu não sei bem se é um fetiche, mas eu adoro budas grandes.

E como você se sente ao saber que é desejado por muitas pessoas?
É uma sensação muito excitante e confortante, ainda mais quando você é uma pessoa
muito tranquila e que não gosta do show off como eu. E inacreditável que as pessoas possam sentir emoções e desejos de me tocar. Eu só posso dizer obrigado a todos vocês. Sem vocês Adam Champ não existiria.

Bom Adam, foi uma prazer enorme entrevista-lo. Gostaria de deixar uma mensagem para os leitores do Músculo Duro e seus fans brasileiros?

Sigam o Adam Champ nas suas redes sociais:
Twitter: @realadamchamp
Instagram: @adamxchamp
Facebook: https://www.facebook.com/adamchamp10

2

About Dan Herculano

Dan Herculano
Carioca de 23 anos, designer gráfico, voyuer, adepto do poliamor e amante da pornografia

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: